quarta-feira, 17 de junho de 2009

Legião Urbana - Petróleo do Futuro


Ah, se eu soubesse lhe dizer o que eu sonhei ontem à noite

Você ia querer me dizer tudo sobre o seu sonho também

E o que é que eu tenho a ver com isso?


Ah, se eu soubesse lhe dizer o que eu vi ontem à noite

Você ia querer ver, mas não ia acreditar

E o que é que eu tenho a ver com isso?


Filósofos suicidas

Agricultores famintos

Desaparecendo

Embaixo dos arquivos


Ah, se eu soubesse lhe dizer qual é a sua tribo

Também saberia qual é a minha, mas você também não sabe

E o que é que eu tenho a ver com isso?


Ah, se eu soubesse lhe dizer o que fazer pra todo mundo ficar junto

Todo mundo já estava há muito tempo

E o que é que eu tenho a ver com isso?


Sou brasileiro errado

Vivendo em separado

Contando os vencidos

De todos os lados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Corpo, Teu Porto

Meu Corpo, Teu Porto

Isolda Nunes

Ainda sinto todas as vibrações, emoções e prazer que

despertastes em mim quando resolvestes

ancorar em meu corpo.

Ardo febril,

Suo...

Umedeço...

Chegastes do teu porto chamado amor

e ancoraste no meu chamado, todo teu.

E no meu, perdeste o controle, ficastes à deriva.

Sem receio da tua estatura e peso, suportei com uma leveza chamada tesão.

Caí em teus braços e nos teus laços, embriaguei-me com o teu cheiro, inconfundível e único, azarro, misturado ao meu chamado cio.

Me fizestes delirar com voz rouca e tremula no teu ouvido te chamando de Meu Homem.

Teu olhar de satisfação naquele momento foi como mágica e eu me entreguei como um caís, que recebe a mais imponente ancora.

Nossos beijos ardentes, indecentes, nos lançavam no ritmo de um mar revolto e como ondas sentimos infinitos orgasmos.

Nem percebíamos quando desmaiávamos de prazer.

Nosso vinho predileto, era derramado em meu corpo, bebias insaciavelmente, fui uma fonte inesgotável de prazer para a tua sede ...

Tuas mãos perdidas em mim, eram como mastro sem velas.

Me erguestes de todos os jeitos, sem domínio, sem tempo, sem direção...... só queríamos vários mares e uma só embarcação.

Ainda te sinto...

Ardo febril...

Suo...

Umedeço.

Ancore de novo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 13 de junho de 2009

MITO DO HERÓI. E DA HEROÍNA!

Heróis e heroínas, o escandir
é prática adequada para quem
é voltado à prática do bem
e quer com outros mais interagir

para criar um mundo qual convém
a começar de si,, a fim de unir
esforços para ver, enfim, surgir
a vocação do bem que o Brasil tem

de "País do Futuro", – assim se diz! –
futuro que não chega e enquanto isso
vive seu povo seu viver omisso

de riso fácil, sim, mas infeliz
por não ter ideal que o ideal
pratica o bem e manda embora o mal

Diógenes Pereira de Araújo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Para o fim...

Quando chegarmos no final supremo
veremos o início retornando
Admirados ficaremos
em saber que sempre recomeçamos

Mas afinal, existe um fim?
existe um começo
algo além de mim
algo além de ti?

Não saber é o que faz feliz
como a frase que diz:
"Viva e deixe viver"
Conheça tudo que puder conhecer

Anda assim será pouco
diante de tudo
mas o mundo não é mundo
porém é o suficiente
para te deixar louco....

Wagner Fonseca, 13 de junho de 2009...bebendo vinho...rsrsrs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Moreninha

Menina, mulher...Menina_mulher!
Linda ninfa no suave caminhar
sua pele levemente adocicada
Num tom entre a mistura perfeita
de mel e chocolate
QUE TANTO QUERO PROVAR!


Quando por mim passa, não consigo o meu olhar desviar
Pois teus belos olhos amendoados me chamam
E não posso ignorar
Embevecido fico a te observar


O teu andar rebolado me seduz
Com teu sorriso que reluz
E com tua voz, moreninha, me derrete
Ter_te nos braços é o que me apetece
Minha mente tenta, mas não te esquece


Infelizmente, ou felizmente, não sei o que pensar
Nossos corações caminham diferente destinos
O que, talvez, não importe tanto

sou feliz por te ver toda semana
Pelo pouco tempo em que carrego em lembrança


Te imagino como as ninfas na floresta sob a luz do luar a brilhar
Toda nua para que eu possa te desejar
Apenas te ver e sonhar que um dia
Eu possa teus lábios beijar...


Nov/2008

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 4 de junho de 2009

PT quer que Lula rejeite lei que regulariza propriedades na Amazônia

Projeto aprovado pelo Senado atenuou artigos do texto original

O PT pediu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta, dia 4, para vetar uma polêmica lei aprovada no Senado que determina a regularização da propriedade de terras ocupadas na Amazônia desde 2004.

O texto foi aprovado pelo Senado por forte pressão da bancada rural, e modifica um projeto de lei apresentado pelo governo. A proposta original tinha como objetivo regularizar a propriedade das terras amazônicas com extensões de até 1,5 mil hectares e que fossem ocupadas desde antes de 2004.

O projeto também incluía compromissos para quem recebesse títulos de posse, entre eles a obrigação de recuperar áreas já desflorestadas e restrições a novos cortes de árvores, que foram suavizados pelos congressistas da bancada rural.

O governo prevê um prazo de 10 anos para a regularização, com a intenção de comprovar que as normas eram cumpridas, mas o texto aprovado reduziu o período a somente três anos.

As mudanças introduzidas no projeto acrescentam a possibilidade de as terras poderem ser vendidas assim que a propriedade tiver sido regularizada, o que, no projeto original, também só contemplava em um prazo de 10 anos.

Para o PT, o presidente deveria vetar a lei e devolvê-la ao Congresso para que prossiga a discussão e a proposta original seja respeitada. O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, já tinha alertado para que se a lei fosse aprovada com as remodelações da bancada rural, a Amazônia ficaria exposta a um "desastre ambiental".

Segundo Minc, a promulgação desse texto pode inclusive significar "o fim" do chamado Fundo Amazônia, pelo qual o Brasil busca captar doações de outros países para investir na proteção da floresta.

FONTE:
http://www.clicrbs.com.br/canalrural/jsp/default.jsp?uf=2&local=&action=noticias&id=2534459&section= Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Senado aprova regularização de terras na Amazônia Legal

Pessoas físicas e jurídicas que exerçam exploração direta ou indireta dessas áreas podem ser beneficiadas

Viviane Cardoso | Brasília (DF) Atualizada às 20h37min

Depois de cinco horas de debate, o Senado aprovou na noite dessa quarta, dia 3, o projeto de lei que permite a regularização de terras ocupadas na Amazônia Legal, situadas em áreas da União.

Serão regularizadas as ocupações de áreas de até 1,5 mil hectares, e podem ser beneficiadas pessoas físicas e jurídicas que exerçam a exploração direta ou indireta dessas terras. A matéria será agora encaminhada à sanção presidencial.

Alegando urgência na regularização fundiária em propriedades da Amazônia, a relatora, senadora Kátia Abreu, acatou na íntegra o texto enviado pela Câmara. Porém, a bancada ambientalista reagiu, alegando que as alterações no texto enviado pelo governo legalizariam a grilagem de terras. Alguns senadores sugeriram que o assunto fosse apresentado por meio de um projeto de lei e não de medida provisória. Mas houve quem não concordasse.

A ex-ministra do Meio Ambiente, senadora Marina Silva, apresentou emendas, restringindo a regularização a propriedades de até 400 hectares, estabelecendo vistoria prévia para conceder o título da terra, e estabelecendo prazo mínimo de dez anos para que todos os agricultores possam vender as terras.

A senadora Marina Silva também fez um apelo aos senadores para que aprovassem os destaques. Caso contrário, ela afirmou que iria pedir ao presidente Lula para que vetasse a medida provisória.

FONTE:
http://www.clicrbs.com.br/canalrural/jsp/default.jsp?uf=2&local=&action=noticias&id=2534310&section=

Pois é, e assim vão grilando as terras públicas, destruindo a Amazônia... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Mensagem de hoje

Nos momentos difíceis é que aprendemos a viver,
como poderíamos tirar algum aprendizado se nossas vidas fossem apenas
um mar de rosas?
Às vezes nos questionamos o porquê de enfrentarmos tantas turbulências,
quando ao nosso lado vemos pessoas caminhando
suavemente...
Elas caminham suavemente porque sabem que mesmo os maiores problemas
tem uma solução...
Quando tudo está perdido, é aí que nos encontramos
Que força maior pode haver do que nossa vontade de superar?
Vontade de ver tudo se desvencilhando, se desprendendo de seus desafios
por nós superados
Temos nossas famílias, muitas vezes nosso único porto seguro...
E ainda assim, temos nosso amigos...
O que fazemos com nossos amigos?
Por que lhes abandonamos se eles nos querem ao seu lado?
Onde estão nossos verdadeios amigos nesse mundo virtual?
Apenas um rosto sorridente na tela do computador?
Mas um rosto sorridente que nos oferece o seu ombro,
o seu abraço e mais força para continuar...

Wagner Fonseca - 03/06/09 Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 2 de junho de 2009

Manifesto revoltado de um professor desempregado


Na noite passada senti o toque da morte. Estava muito frio e fui para cama por volta das dez horas. Em minha mente surgiram pensamentos já um tanto familiares. Não posso mensurar com que freqüência esses pensamentos surgem, mas eles sempre aparecem nos piores momentos. Fechava os olhos e via minha mão direita cortando meu pulso esquerdo. Abria meus olhos. Fechava-os novamente e quase que propositadamente me via a degolar-me. Tratei de fechar os olhos e dormir profundamente envolto em nuvens oníricas totalmente sem sentido. Se há algum sentido oculto nos sonhos ainda preciso descobrir...
Mas porque estou revoltado? Porque durante quatro anos de faculdade eu fui moldando e remodelando meu ser, meu íntimo. Depois veio a prática da sala de aula e toda a nebulosidade da distância entre prática e teoria. Em muitas vezes eu me questiono as diferenças entre o meu tempo de escola e o momento atual. Meus amigos e colegas de trabalho também fazem esse exercício e por fim apenas suspiramos. Sabemos que lutar cansa, mesmo assim não desistimos. Não desistimos... Não deveríamos desistir, mas já perdemos nossas forças. Mesmo contra nossa vontade somos cooptados pelo sistema, pelas engrenagens de professores fraudulentos que há anos desvaneceram do sonho da educação e só querem é garantir seus feriados e feriadões, suas férias no meio do ano, suas férias no verão.
Ontem uma colega me disse que em sua escola discutiam sobre o fato de a região Nordeste ter muitos professores não habilitados em sala de aula. Uma triste e distante realidade do nosso Brasil.... MENTIRA!!!!! Ela não se rebaixou e criticou a posição de suas colegas de escola dizendo-lhes que esta realidade pertence ao nosso mundo também, no caso, o Sul de Santa Catarina!!! Eis um dos motivos de minha revolta, de nossa revolta. Na escola onde ela leciona há uma professora que ainda não concluiu a graduação e que está lecionando, ocupando uma vaga que poderia muito bem ser de um professor ou professora habilitada e/ou pós – graduada, como tantos que por aqui estão desempregados. Assim como eu. E aí lhes antecipo a resposta: POLITICAGEM!
Enquanto houver políticos corruptos a educação será relegada último plano. Pior que isso é o fato de haver profissionais corruptos. Não vou dizer que são professores corruptos. Uma pessoa que ousa educar nossas crianças se amparando em corrupção não merece ser chamado de educador ou educadora.
Infelizmente esse é o jeitinho brasileiro, tão mal falado, tão bem usado. Porém, eu também sou corrupto. Sim, eu e praticamente todos os outros professores que conheço somos corruptos. Somos corruptos em nossos pensamentos, por isso ficamos doentes. Professores contratados como eu, ACT, precisam de cursos de capacitação, mas nosso governo não nos oferece, mesmo porque estamos fora das salas de aula. Contudo, enquanto educador responsável cabe a mim continuar me especializando e me atualizando constantemente. Por isso eu pago por cursos que não faço. Não faço como todos os outros professores. E não pago porque não tenho salário. Quando tenho salário eu tenho que sustentar a minha família.
Como está difícil ser professor hoje em dia. As leis são jogadas de cima para baixo, muitas vezes nem sabemos que as criou ou por que as criou. Quer dizer, sabemos sim... Em sala de aula o respeito fora deixado de lado há muito tempo. Os pais de nossos alunos pouco se importam conosco. E ainda por cima somos obrigados a lutar como uma miríade de problemas que parecem e são infinitos. O bom professor se tornou aquele que brinca não o que ensina. E ainda: muitos desses reclamam do nosso país, que o Brasil tem uma carga tributaria horrível, que as coisas estão caras, que os pais trabalham demais e pouca atenção dão aos filhos. E vejo esses educadores trabalhando até 75 horas semanais!!! Como podem criticar o sistema e fazer exatamente o que criticam?!?!?!?!?! Como uma pessoa em são consciência consegue educar 900 alunos ou mais por semana durante um ano??? Consegue esse profissional dar conta de todos os problemas e ainda por cima ensinar? Ou será que só transmite o conhecimento sem se importar com a sua transformação e assimilação plenas?
Eu não sei.
Gostaria muito de estar falando bobagens apenas e que 90 % do que escrevo aqui fossem mentiras. Mas não é. Enquanto alguns se sobrecarregam para manter um estilo de vida incompatível com suas reais necessidades, eu e meus colegas desempregados nos digladiamos por 10 horas semanais que seja para ganharmos menos de um salário mínimo...
Eu preciso me valorizar, com digo para meus colegas. Eu me acho um bom professor, preciso me sentir assim, caso contrário eu caio de vez. E meus colegas compartilham desse meu pensar. Penso que se eu abandonar a sala de aula um incompetente pode tomar meu lugar. Sim, essa é a forma de pensar que tenho nesse momento! E isso não é apenas porque estou deprê ou coisa parecida. Não sou o único a pensar assim. Eu não estudei para ficar atrás de um balcão ou num escritório fechado. E sei que tenho capacidade o suficiente para auxiliar meus iguais em sala de aula. E sei o quanto precisam de mim, tenho que me valorizar, é a única coisa que pode me sustentar: essa forma de pensar é resto de otimismo que me sobra....
Infelizmente vou ser obrigado a repetir o jargão popular de que bonzinho só se fode. Não me preocupo em usar um palavrão, meus alunos o fazem a todo instante. E isso me entristece. Eu poderia estar numa situação melhor economicamente e com certeza não estaria aqui escrevendo novamente palavras de desalento. Do que me adiantou toda aquela criticidade que aprendi na faculdade? Lembro de pessoas no ônibus da faculdade que jamais emitiam uma palavra, um gesto sequer sobre os problemas de nossa sociedade. Lembro de pessoas e ex-aluno e ex-alunas que nunca pensaram sequer nos problemas do Brasil. Quando eu digo “pensar” quero dizer manifestar. Pessoas daquele tipo “não fede nem cheira”, filhinhos e filhinhas de papai e mamãe que parecem nunca ter posição clara, pessoas que apenas esperam os pais encontrarem um padrinho político e hoje andam de carro em roupas novas enquanto eu ainda uso as mesmas roupas de anos atrás. Bom, não é isso que me preocupa, não gosto de viver de aparências e muito menos de ter o rabo preso com alguém. E principalmente eu gosto de ter conversas inteligentes, não gosto de perder o tempo com alguém que leu algum livro de auto-ajuda e o decorou. Não gosto de leitores de “best-sellers” que apenas ensinam a arte de controlar os “recursos humanos”... Caramba, viramos gado mesmo....
Não sei se é bem isso que eu gostaria de dizer. Acho que até falei demais. Sabe, estou desempregado porque eu falo demais. Mas o que fazer se não consigo ficar calado perante as coisas erradas que vejo? Eu prefiro dormir com a consciência limpa. Daqui a pouco eu vou estar como Karl Marx, intelectual desempregado. Conhecimento nem sempre garante alimento. Infelizmente o que manda hoje em dia é outro conhecimento: conhecer as pessoas certas. Se rebaixar, se humilhar. Ou como diria Platão: "Um dos inconvenientes em recusar participar da política é que acabamos governados por nossos inferiores"
Triste, mas real. Espero que eu possa morder minha língua e voltar a escrever textos mais alegres....
Prof. Wagner Fonseca, 02 de junho de 2009
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...