quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Bandas que conheci nos últimos anos: Parte III: Mostly Autumn

Mesclando rock progressivo clássico com música folk celta, a banda britânica Mostly Autumn conseguiu um lugar de relativo destaque neste nicho. Apesar disso, e de terem uma atividade bastante prolífica com grande número de discos lançados, nunca alçaram vôos mais altos, sejam eles artísticos ou comerciais. Até agora.

Formada no final dos anos 90 pelo guitarrista e vocalista Bryan Josh, uma espécie de “David Gilmour wanabee”, a formação depois de algumas mudanças se estabilizou em torno do próprio Josh (vocal, guitarra, teclado), mais a vocalista Heather Findlay (que também toca violão, flautas e percussão), o tecladista Iain Jennings, o baterista Jonathan Blackmore (nada a ver com Ritchie), o baixista Andy Smith, o guitarrista base Liam Davison, e Angela Goldthorpe (agora Gordon) nos backing vocals, flautas e teclados. Com seu som altamente influenciado pelo Pink Floyd e pelo Genesis, mais bandas folk como o Steeleye Span e o Spirogyra, e ainda adicionando toques pop eventualmente, o Mostly Autumn rapidamente atingiu algum sucesso no circuito alternativo do norte europeu, juntamente a bandas como o Karnataka, com quem dividiram turnês em várias oportunidades por sinal.

(continua em: http://whiplash.net/materias/cds/061025-mostlyautumn.html)

Se eu gosto dessa banda? Cara, pra quem é fã de Pink Floyd e boa música, é uma pedida em tanto! Ouvir essa banda naqueles dias preguiçosos de outono, ou no inverno, junto dos amigos, ou sozinho mesmo acompanhado de um bom vinho....humm....

Gosto de ouvir sua música pelo domingo de manhã ou sábado a tarde...Vale a pena conferir!

Abaixo segue um vídeo de uma das músicas que mais curto dessa magnífica banda!!!

video

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Car, apesar de não ser dos maiores fãs de Rock, têm muitas bandas de qualidade, uma das que admiro é a Pink Floyd, que citou.

    Abraço.

    ResponderExcluir