sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Saudosista, sempre!

Sexta-feira chuvosa, 13 de janeiro de 2011. Quase um diário agora...rsrsrsr

Passeando pelo facebook e reencontro velhas fotos da faculdade. Em seguida reencontro velhos amigos da faculdade. Logo o “encontro” torna-se uma festa de causos e histórias de 11, 10, 9, 8, 7 anos atrás. O número de mensagens cresce vertiginosamente e as fotos tornam-se nosso chat. Dura uma hora ou pouco mais. Logo todos se vão com a alegria no coração de reencontrar velhos sentimentos empoeirados...

Saudade mesmo. O tempo não passou, nós é que passamos por ele. Engordamos, envelhecemos, amadurecemos e nos distanciamos um do outro. A vantagem desse mundo virtual é que aparentemente ele encurta as distâncias. Mesmo assim meus amigos estão há quilômetros de mim. Estamos distante no tempo, no espaço e até em algumas ideias. O que é bom, diga-se de passagem. Pior seria se continuássemos com as mesmas ideias de 10 anos atrás.

Nesses dez anos nos formamos, casamos, separamos, tivemos filhos, empregos, desempregos, acréscimo cultural, uma miríade de coisas que nos trouxeram até hoje. O vento da vida forte passou por nós e foi acumulando poeira naqueles sentimentos que afloraram hoje nessa sexta-feira 13 chuvosa de verão.

Muita coisa mudou. O toca-discos está lá quebrado. A televisão fica desligada porque não tem nada para oferece mesmo. A música toca uma rádio virtual feita exclusivamente por fãs de boa audição. Tudo diferente mesmo. A chuva bate forte nas paredes e fico pensando no meu descanso. Verão sempre me lembra meus amigos, desde os amigos da infância até os da atual faculdade.

Sinto falta da boa conversa com meus amigos ao pé de um bom e velho rcok’n’roll e alguns copos de vinho... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. saudade vai acumulando na vida. enquanto tivermos memória teremos saudade.

    ResponderExcluir